quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Uma cerveja para as eleições 2008

Caros amigos, butequeiros ou não, estou de volta!!!!! Neste tempo agradeço o meu eterno amigo Urubú por manter o Blog na minha ausência em um retiro espiritual.

Há algum tempo, tenho pensado em algum tema para agregar ao nosso Blog, sempre fiel às polêmicas, correta e incorretamente certas.

Pensei, pensei, pensei e não precisei procurar tanto. Quem nunca acordou pela manhã de ressaca e, por infelicidade, ligou o rádio no momento do horário político eleitoral? Pior ressaca não existe! Nem mesmo o remédio repressor das idéias pré-ressaca, o Engov, consegue vencer o mal.

Felizmente, escutar 10 segundos de promessas e mentiras virou inspiração para este texto (tão cobrado pelo meu amigo Urubú).

Comecei a perceber que os nossos candidatos a prefeitos parecem muito com as nossas famosas cervejas vendidas na rua Augusta entre inferninhos e boates (no Rio de Janeiro, boate é uma Balada, para nós é uma casa de Cariocas! Maldade). Vou citar em tópicos os motivos para a minha descoberta (uma leitora ou (e)leitora mencionou que adorava os meus itens), vamos lá:

Brahma = Kassab

  • Muda de lado, igual ao Zeca Pagodinho;
  • Nada mais Terrível que as marchinhas eleitorais criticando a Marta, igual aos pagodes de Zeca (até a música do Eimael é melhor);
  • Zeca-feira e o dia de bebermos e Kassab-feira e todos os dias no trânsito.

Kaiser = Maluf

  • Propaganda enganosa;
  • Sempre vem super-faturado (o valor da cerveja deveria ser R$ 0,10, mas com a negociação do Maluf, o valor chega a R$ 3,00);
  • O Pitta deve gostar de Kaiser;
  • Quando não há mais nenhuma cerveja no bar, apelamos para a Kaiser. Igual ao Maluf, que quando não há mais nenhum candidato no partido, ele aparece;
  • Dor de cabeça após o último gole ou após o último voto elegendo o Sr. Paulo Maluf.

Antártica = Marta

  • Deveria não existir mais devido a Brahma, igual a Marta que não deveria existir devido não ter mais sentido usar o sobrenome Suplicy;
  • Assim como a sexóloga Marta, a Antártica incentiva verificar as nossas partes baixas toda hora no banheiro para esvaziarmos o joelho;
  • Ficou quatro anos na minha geladeira e acabamos esquecendo aquela latinha. A Marta também ficou quatro anos e tentamos todos os dias esquecer este período.

Sol = Serra

  • Os dois começam com a letra “S”;
  • Um é uma cópia mal feita do Covas, o outro, é uma cópia mal feita da Skol;
  • Tentam de todas as maneiras aparecer em qualquer geladeira, eleição (vale até a do seu clube de bairro), casamentos, comícios etc.

Ok, vimos que a ressaca será geral no final do ano, mas até lá: “- Garçom traga a última gelada que os tempos sombrios estão voltando!!!!!”




3M

domingo, 21 de setembro de 2008

quinta-feira, 4 de setembro de 2008

Pensamento da semana

Muitas vezes, de onde você menos espera, é que não vem nada que presta mesmo.